FLOR RABELO

Arte, amor, comida e confissões

Apaixonada pelas cores da vida

Arte aflora. Arte em flor.

Que bom você por aqui! Quero dividir contigo as minhas três paixões: arte, culinária e literatura. Todos temos a ofertar e a receber. Afinal o que deixaremos de herança após a nossa breve passagem neste mundo é o afeto que compartilhamos.

O COMEÇO

Vou te contar uma coisa, só para você entender o que a arte fez comigo.
Em 2016 eu tive um colapso nervoso por conta do excesso de trabalho, associado a muito estresse e muita dedicação. Eu tinha uma bruxinha que cuidava de mim - o nome dela é Cenira - ela me dizia que eu era uma dama de copas guerreando com o lado masculino todo à flor da pele. Quando eu me quebrei, o meu lado masculino se quebrou e uma parte de mim que se vinculava à ele achou que eu não tinha mais forças para ser absolutamente nada.
Mas como nada é ruim de verdade mesmo, e tudo tem algo de positivo, com a quebra do meu lado masculino o meu feminino se libertou.
Foi assim que a arte voltou para mim.

AS MUSAS E O PODER DO FEMININO

Quando estava quebrada, eu quase sem querer esbarrei numa artista argentina absolutamente maravilhosa em suas cores e em suas mulheres. Seu nome é Romi Lerda. Eu me apaixonei, e a paixão foi tanta que decidi que como ela eu ia pintar o feminino.
Para a minha sorte sou absolutamente rodeada de mulheres maravilhosas, fortes, guerreiras e doces. E  o que é melhor: com infinitos lados.
Passei a brincar de ver em cada uma delas o que elas não viam.
São quadros extremamente pessoais que foram dados a cada uma das minhas musas. Eu me emociono ao perceber como eu posso estar dentro de tantas outras mulheres, pois sempre enxergo nelas o que trago em mim, ou gostaria de trazer.
A cada desenho tenho uma percepção ainda mais forte que somos todas unidas numa única teia ancestral, onde nossos DNA, raízes e sonhos se conectam e nos tornam filhas da deusa mãe.
A todas vocês minhas musas: muito obrigada!

UM LIVRO EM MIM

Recentemente  decidi escrever um romance que mistura a história da minha família e ficção! Te conto porque lá no Blog. Acontece que fui posta na parede. Estou grávida do meu terceiro filho. Com mais de quarenta anos sou obrigada a refletir de forma matura sobre a totalidade desta situação.
Quando eu realmente precisei de ajuda, em 2016, a arte me salvou. Foi através dela que eu redescobri o meu feminino e a força que existe em mim e em outras mulheres.
Agora a arte me salvou de novo. Mas junta com outra paixão: a contação de histórias!
Haja coragem. Percorremos junto com as protagonistas uma história que trata da sina de um rio e do seu impacto em duas mulheres, do abandono pelos pais e da construção e destruição pelo amor. Vou te contar aqui um pouquinho da história que acompanhada cada ilustração do livro. Só para você ficar sim com vontade de saber mais sobre cada uma dessas personagens e aonde isso vai dar...
Ficou curioso? Procura mais detalhes  no Blog que eu te conto!

Rainha

©2019 by flor-rabelo. Proudly created with Wix.com