• juliana rabelo

Rainha


Algumas pessoas simplesmente nascem diferentes. São presenteadas com algo único, que carregam no peito como um tesouro escondido. Algumas vezes, para este seres singulares, é difícil ser único. Mas com o tempo eles aprendem a valorizar o verdadeiro poder que carregam em si e se transformam. Algum tempo atrás ela se descobriu rainha. Eu sempre soube de sua majestade, que se manifestava na forma como ela ri, no seu olhar rasgado de gato e na doçura que ela carrega por trás do seu humor ágil. Ao se descobrir rainha ela se transformou e desabrochou em toda a sua plenitude real. Determinada, objetiva, forte e bela. Ela sabe o que quer e onde encontrar. Eu acompanhei de longe, muito longe, essa transformação, pois ela se fez rainha do outro lado do mundo, entre tulipas e moinhos de vento. Não podia ter sido diferente. Ela sempre foi do mundo, com asas enormes que a levam a todo lugar. Depois de quase 10 anos finalmente a reencontrei. Chorei discretamente sob o poder da sua força e transformação. 25 anos depois de te-la visto pela primeira vez, ela causou em mim exatamente o mesmo efeito: me inspirou a ser maior.

Marília. Ela sempre foi linda. Ela sempre foi única. Ela sempre foi musa. Mas agora ela é tudo isso em sua manifestação total. E brilha. Com a força de muitas coroas de ouro e prata.

5 visualizações

©2019 by flor-rabelo. Proudly created with Wix.com